Vinte e um gramas

| terça-feira, 5 de outubro de 2010 | |
A perfeição é dada para poucos.
Como os anjos desejam uma alma, você não vê?
Vinte e um gramas pesando em seus sonhos
Em seus corações...E eu estou cansado demais para me ver
Ruim o bastante para saber que o espelho está certo.
É engraçado, um arrepio me avisa que o meu inverno nunca vai acabar
Ele nunca vai... Nunca!
Dezesseis passos em direção a morte
E essa caminhada é longa
Ela não poderia me dar uma chance de dizê-la que a amo?
Talvez dessa maneira ela poderia me amar um pouco
Pelo menos um pouco... Um grão de areia na neve que a devora.
Por que a mesma neve não pode me enterrar tão lindamente?
Vinte e um gramas em troca de asas
Em troca de um lugar nos olhos de todos.

0 comentários:

Postar um comentário