Sua própria garota

| quarta-feira, 6 de outubro de 2010 | |
Mais uma noite de gritos desacorrentados
Isso é muito doloroso para mim
Você me diz essas coisas como se elas fossem verdades
Mais uma noite de pensamentos indesejados
Eu não sei como você consegue mudar a minha realidade

Você realmente acredita nelas?
Porque elas estão dentro de mim agora

Eu sou a minha própria garota
Tudo o que restou de mim foi a sua distorção
Não jogue as palavras ao vento - eu as pegarei
Seguro na sua escuridão
Eu sou a sua própria garota

Você gritou e todos eles te seguiram
Eles dividem do mesmo coração que você?
Eu ainda estou aqui e vocês nunca caíram
Por mais que eu tenha sangrado
Esse fantasma nunca se tornou sagrado

Você realmente acredita nelas?
Porque elas são partes de mim agora

Conduzido a ver apenas o que você quer que eu veja
Sobre mim cai toda a vergonha
Eu posso te ouvir - onde quer que você esteja
Com os olhos escorrendo vida
Eu desconheço o caminho de volta
Nunca vou esquecer a alma que me foi corrompida

Você me costurou dentro de uma boneca
E por alguma razão eu ainda cuido de você
Eu preciso de tudo que você vê
Eu sou a sua própria garota.

0 comentários:

Postar um comentário