Apenas sorrir

| segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 | |
Eu posso brincar perigosamente com o destino
Carinhosamente com o seu coração
Eu posso te contar a verdade em algumas palavras
E te perder para sempre dentro de mim
Ou me esconder perto de você em algum escuro
E te encontrar eternamente em tudo o que me rodeia
Eu posso escolher te deixar tudo
Ou te guardar em um imaginário nada
Mas se eu não te tenho em minhas mãos
Eu te terei diante dos meus olhos

E ouvindo essa música eu consigo sorrir
Eu não sei o que fazer
Se pulo dessa altura, mesmo não desperto se você estaria no fim
Ou se permaneço vendo as estrelas
Mesmo não adormecido se você gostaria ou precisaria de saber que eu escrevo seu nome com elas

Eu posso fazer você me odiar, mas mostrando que terá sempre alguém ao seu lado
Ou te conquistar com a incerteza se eu estarei ou não aqui

Eu posso decidir te fazer sonhar que alguém te amou algum dia
Ou te enganar com sorrisos passageiros
E não sabendo o que fazer
Apenas sorrir.

2 comentários:

Shandra Regina Says:
7 de dezembro de 2010 00:35

Eu já disse que vc ahaza neam meninu.
Adorei muito.
Seus textos tem um toque profundo, sei la, muito lindo mesmo.
Bjuuuu
e continua viuuu

Anjo Negro Says:
9 de dezembro de 2010 11:12

olá
sou um intrusa em seu espaço... estive a a ler isto e pensei: a tanto tempo que não escrevo poesia. E, sabe, tenho saudades disso!

Parabéns pelo momento bem descrito... gostei daquilo que li.
fique bem :)

Postar um comentário