Eu quero adormecer

| sexta-feira, 18 de março de 2011 | |




É uma vontade que nasce no coração
Passa pelo peito mal pronunciado
Pelos braços sem carne
Pelas longas mãos e pelos magros dedos
Desce pela barriga não molhada
Pelas baixas pernas e pelos cansados pés
Sobe para os olhos de uma cor
Para os pensamentos não amados
E o corpo se esfria por dentro
A alma se alimenta de tudo
Eu quero adormecer
Para sempre.

0 comentários:

Postar um comentário