Esquecimento

| sexta-feira, 25 de março de 2011 | |






Eu passei tanto tempo na escuridão
Que esqueci como é a luz da sua voz
O silêncio do seu sorriso
E a força da nossa distância
Esqueci que você sabe que seu nome é repetido e lembrado
Muitas e muitas vezes por muitos
E que minha mente ao pensar e minha boca ao falar
São apenas mais uma ao repeti-lo nessa grande multidão
Eu sou o grito... tão longe do objetivo
O grito que não existe... mas está lá
E se eu souber uma maneira de ser o cansaço desses gritos
Eu serei, porque talvez assim você perceba...
Eu tinha esquecido como sua existência é essência para mim
Talvez eu tenha feito isso para me proteger daquilo que nos separa
E que nunca nos uniu
Daquilo que eu sempre soube, mas que fechava os olhos simplesmente
Que é a distância...
E a certeza de que eu sou apenas mais um que te admira
Que te ama e te leva sempre junto ao coração
Que eu sou apenas mais um que espera te encontrar
Quando a noite se faz presente e as estrelas cantam
Fingindo ser você.

0 comentários:

Postar um comentário