Sob a noite

| sábado, 6 de novembro de 2010 | |
Sozinho e sem ninguém para me sentir
A Lua pode ver o que eu estou fazendo por você
Fazendo do meu coração palavras
E talvez você nunca leia nenhuma delas

A noite que está aqui é a mesma que está te cobrindo?
Peça e talvez ela te diga
Tudo o que escrevo e sinto por você
Eu não precisaria te olhar
Apenas ouvir sua música preferida
E te amar

Eu entendo se você se afastar
Mas saiba que aqui sob a noite
Sempre existirá alguém te amando
Eu estarei te amando
Mesmo distante, como o céu e a Lua.

0 comentários:

Postar um comentário