Mais do que palavras

| domingo, 6 de fevereiro de 2011 | |
 Ele me deu muito mais do que palavras, meu amor
Você não vê os caminhos que seus olhos me mostram?
E ele me entregou mais uma pedra para mais uma história
Para mais uma estrela ser derrubada do meu céu
Como eu posso saber onde sonho se aqui está tão escuro?
Jogue as pedras para cima, elas podem fingir ser estrelas
Não podem?

E dentro dessa chuva de escuridão sobre mim
Você não sabe, mas sou uma criança insegura
Perguntas vem e me pegam pelas mãos
Como dói brincar com quem não se pode enxergar
Como cansa sorrir para quem não se podem tocar
Já não posso dizer se te amo
Ou se amo os meus próprios desejos costurados em você
Ou meus defeitos não vistos em você
Sorria, eu não os vejo em você
Você esqueceu de ser sincero consigo mesmo?
Acorde, você não tem defeitos.

0 comentários:

Postar um comentário