Não é apenas um pequeno pesadelo

| terça-feira, 7 de junho de 2011 | |
Como eu queria ser aquela flor
Que dos seus lábios se enchem de cor
E me fizessem esquecer que estou longe
Desse jardim que se chama perfeição
E nenhuma lágrima cai dos meus tristes olhos
Mas o meu coração sangra
Em meio a um mar azul de estrelas caídas
Tão próximas de mim, mas não em minhas mãos
E por dentro restam as luzes
Que sorriem sinceras para os meus medos
E eu sei, se elas pertencessem aos meus olhos
Tudo isso seria apenas um pequeno pesadelo.

0 comentários:

Postar um comentário