Complexo de Sísifo

| quarta-feira, 22 de abril de 2015 | |
















Caminhei pelas montanhas de costume.
Arrastei, empurrei e carreguei a Pedra viva
E quando cheguei lá no almejado cume,
Vi a rocha como um irmão simples que decliva.

Não escape de meus vãos, oh, fracas mãos!
O rumo da essência é voltar-se para a Origem
E essencialmente as pedras são também chãos!
Foi no instante em que me percebi vertigem:

Contar os passos à frente para sempre voltarem;
Construir entradas para aqueles todos que saem;
Dentre essas coisas, nada me sobrou de sentido.

Estava, eu, sentado na vitória de um vencido
E, ao precisar descer no lugar que antes era subida,
Esqueci o silêncio que cantava na suave voz da Vida.

1 comentários:

Anônimo Says:
23 de abril de 2015 10:13

Estava, eu, sentado na vitória de um vencido

Postar um comentário